Top

Comunicado Oficial

Prezado (a) Autor (a),
Resiliência. Esse é o sentimento que tem norteado a realização de ações de cultura em nosso país desde há muito. Quando se trata de literatura então, a tarefa se torna ainda mais desafiadora. Num momento em que o mercado editorial diminuiu pelo quinto ano consecutivo, em que as livrarias estão fechando, em que os investimentos privados são ainda pouco significativos e esparsos, em que as políticas públicas do livro, da leitura e bibliotecas estão aquém do necessário, ainda assim, conseguimos mais uma vez colocar de pé, com altivez, a tradicional 35ª FEIRA DO LIVRO DE BRASÍLIA – FeLiB. Mas a tarefa a cada ano mostra-se mais hercúlea. Fomos forçados a fazer diversos e dolorosos cortes indigestos. Entregamos a melhor FeLiB possível, mas não a que desejávamos.

Contudo, mais que reclamar, iremos continuar nesse caminho, sempre acreditando que parar não é e nunca será uma opção. Resistir para continuar a plantar sonhos por meio das palavras que embalam, que ajudam a construir cidadãos melhores. Ainda podemos dizer que somos pessoas de sorte: Somos cidadãos dispostos a enfrentar essa árdua jornada e que ainda podemos contar com alguns apoiadores e parceiros que nos permitem continuar. Sem eles, mesmo cortando nossos salários e recebendo ajuda dos fornecedores, não conseguiríamos.

Mesmo após o Comitê Gestor esgotar os termos para manter, até o último momento, a programação intacta foi vencido pelas questões elencadas acima. De forma que, infelizmente, vem por meio desta oficializar um pedido de desculpas por não poder contar com sua honrosa participação na FeLiB 2019, pelos transtornos causados e espera a compreensão de tamanho contratempo. Apesar disso, a FeLiB vai se realizar para atender os mais de dois mil metros de exposição literária, executar o projeto inicial que abarca aspectos sociais relevantes como: Inclusão Social da comunidade escolar pelo critério de baixo IDH, democratização do acesso literário a portadores de deficiências, inclusão da melhor idade nas atividades itinerantes, plano de gerenciamento de resíduos sólidos (sustentabilidade) e outros pontos viáveis.

Esperamos que, ao não nos curvarmos ante as dificuldades, possamos continuar nosso movimento de resistência que tem nos movido nesses 35 anos de realização. E nesse sentido, temos certeza que em algum momento, em outro evento, teremos a honra de poder contar com nossos autores convidamos. Com otimismo, finalizamos dizendo: Até breve!

 

Atenciosamente,

 

Ivan Valério da Silva                                                                  AtanagildoBrandolt

Presidente da Câmara do Livro                                    Presidente do Instituto Latinoamerica